Select

A lesão do plexo braquial ao nascimento ocorre em 0,3% dos partos em nascidos vivos. Geralmente o mecanismo se deve a uma distocia de ombro, ou seja, o ombro fica preso no canal de parto e na necessidade de retirar rápido a criança para evitar uma falta de oxigenação, há um estiramento ou arrancamento das raízes e troncos nervosos do plexo braquial. Esta lesão resulta em diminuição da movimentação do membro superior do mesmo lado. Acesse aqui artigo completo