O tema escolhido para o I Consenso, organizado pela SBNPed com a presidência do Dr. Alexandre Casagrande Canheu e a coordenação do presidente da Sociedade, Dr. Ricardo Santos de Oliveira, foi a Deformidade de Chiari I. Houve a participação de 84 inscritos, entre palestrantes e ouvintes. O Consenso contou com o apoio incondicional da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN), através do Presidente Prof. Dr. Luis Borba e também da World Federation of Neurosurgical Society (WFNS), representada pela Dra. Nelci Zanon (membro do comitê educativo).
A deformidade de Chiari I tem causado preocupação na comunidade médica com a divulgação de uma técnica cirúrgica de secção do filum terminal, realizada em Barcelona há vários anos. O filo terminal (filum terminale) é um fino cordão de tecido conjuntivo com cerca de 20 cm de comprimento, que vai do ápice do cone medular (no nível da vértebra L2) ao cóccix.
Atualmente, com a facilidade de informações obtidas em mídias sem o rigor científico, notamos a disseminação de campanhas de arrecadação financeira (crowdfunding) e demandas judiciais solicitando a realização deste procedimento em Barcelona, e também em alguns centros aqui no Brasil.
Contudo, esta técnica cirúrgica não apresenta comprovação científica adequada. Não existem estudos comparativos, controlados e de forma independente comprovando a eficácia deste procedimento.
Durante o Consenso SBNPed este assunto foi amplamente debatido. A análise criteriosa dos trabalhos científicos concluíram que apenas casos excepcionais podem ser beneficiados da secção do filum terminal. Assim, de uma forma geral a indicação cirúrgica de secção do filum terminal para o tratamento do Chiari I pode ser considerada experimental; sem comprovação científica.
Deve-se considerar que, se indicada, a técnica de secção de filum terminal pode ser realizada no Brasil, em hospitais públicos (SUS) ou privados. Ou seja, existem profissionais capacitados para a realização deste procedimento em território nacional.
O Consenso SBNPed pôde estabelecer um fluxograma de decisões, envolvendo o Chiari I que facilitará o médico na condução do caso. O programa científico foi dividido em módulos, discutindo desde os aspectos clínicos e radiológicos, técnica cirúrgica, casos clínicos específicos até os fatores mais complexos, como invaginação vértebro-basilar e os aspectos genéticos.
Tivemos ainda a realização de uma importante sessão interativa on line, em tempo real contando com a participação do Prof. Brandon Rocque (Universidade Alabama - USA).
Atualmente, existe um interesse internacional sobre Chiari I, tendo sido realizada uma reunião no mês de julho, em Lyon na França, além de outras duas reuniões científicas programadas, em outubro 2019, em Milão (Consenso Europeu / Chiari I) e, em abril de 2020 nos Estados Unidos e ressalta-se portanto a contemporaneidade das discussões realizadas durante o primeiro Consenso Brasileiro de Neurocirurgia Pediátrica e a importância de situar a SBN Ped entre as mais engajadas Sociedades de Neurocirurgia Pediátrica.

Assim, num ambiente de congraçamento entre os pares, os debates foram embasados na melhor literatura científica internacional, aliada às condutas neurocirúrgicas atuais.
A próxima etapa do grupo de trabalho do Consenso SBNPed será a redação e publicação dos resultados obtidos com esta reunião em periódico científico, chancelado pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN).
Em 2020, o II Consenso SBNPed terá como tema principal a mielomeningocele/cirurgia fetal.
É importante que as sociedades médicas estabeleçam reuniões específicas sobre assuntos controversos, em diferentes áreas da Medicina. As recomendações, embasadas pela literatura científica e discussões técnicas permitem um direcionamento de conduta, auxiliando as diferentes esferas, tais como a comunidade médica e também o Poder Judiciário na tomada de decisões acerca de temas polêmicos e a SBNPed através deste primeiro Consenso, demonstrou-se pronta para debater assuntos e temas de interesse da comunidade científica com aplicabilidade ampla.

 

Ricardo Santos de Oliveira
SBNPed